Colégio Técnico Dom Vital

blog

Frei Marcelino de Santana – 02 anos de saudades!

Nessa
segunda-feira, 8 de junho de 2015, celebramos uma missa em memória de Frei
Marcelino. Foi um momento de recordação pelos dois anos de saudades do Frei; reconhecimento
pelas conquistas alcançadas e pelo empenho do capuchinho com a educação de
Catolé do Rocha.A
celebração teve inicio às 7h30min, com o Pároco Frei Severino Pinheiro,
trazendo à lembrança a importante vida do Bispo Dom Vital que teve o nome
escolhido pelo Frei Marcelino ao nomear o Ginásio Dom Vital.Na
ocasião, Frei Severino evidenciou o ato revolucionário realizado por Frei
Marcelino, destacando a importância do Colégio na época da fundação e nos
tempos atuais. Nossos
alunos do Coral entoaram, harmoniosamente, a música Oração de São Francisco.
Abrilhantando a manhã, o aluno Mateus Tevez do 4º ano do Ensino Fundamental,
recitou o poema “Não sei rezar” de autoria do Frei Marcelino. As turmas do 4º e
5º anos cantaram o hino do Colégio. Os alunos da Educação Infantil entoaram o Hino
do Jardim da Infância, uma das paixões do Frei.Durante
a celebração, muitos tiveram a oportunidade de conhecer a sobrinha Beth Andrade
e a Sra. Leni Andrade, cunhada de Frei Marcelino, ambas residentes na cidade de
Natal – RN. Foram também lembradas, pessoas importantes para a história do
Colégio e amigos do Frei, como Legal (Gilson Ribeiro) João Firmo Limão, membro
do Sindicato dos Trabalhadores, fundado por Frei Marcelino.Contamos
com a presença de Berta Azevedo,  ex-diretora
escolar, Lenilda Andrade ex-secretaria e professora de Inglês, Gercina de Freitas
que ensinava Matemática e atuou na coordenação pedagógica. Estiveram presentes
também Adória, Salete Alves, Genizinha, professoras do Jardim de Infância.
Outros professores participaram da missa, como Zildinha, Edenilda Sá Cavalcante,
Hildebrando Diniz, Raimundo do Detran, Irene Gomes e Maria José Almeida.

Em
meio a todas as atividades, ainda tivemos a fala de Edenilda (viúva de Frei
Marcelino), bem como do Dr. Hildebrando Diniz, ex-professor do Colégio, que
lembrou a música da campanha política do Frei, cujo título é Paz e Amor, e deixou
o seu reconhecimento pela atitude revolucionária de “Educar para a vida” como
buscou o Frei desde a fundação do Colégio. Com o término da missa, o Pároco
Frei Severino concedeu a benção ao Memorial de Frei Marcelino de Santana, que
está em construção.